Autor: Ronaldo Nunes
•5/19/2010 08:53:00 PM

Será que algum dia encontrarei a poesia perfeita
Com uma perfeita simetria
Versos puros
Recheados de alegria
Assim eu queria escrever
Falar incessantemente da alegria de viver
Almejo isto um dia encontrar
Sei que será uma busca constante,
Mas nunca deixarei de lutar
É esse o meu objetivo, e espero um dia alcançar
Não para vangloriar-me
Mas para que eu possa regozijar
Na plenitude do meu ser
E que todos vejam um brilho em meu olhar
Brilhando como a luz divina que brilhou para mim
Me mostrou uma saída
Aonde parecia ser o fim
Mas acho que a poesia perfeita ainda está longe de mim
Pois as palavras que tenho
Não constroem uma poesia feliz
Tento falar de assuntos diversos
Mas acabo me expondo no fim
Por mais que eu tente
Ainda não consegui
Fazer com que a perda
Não atrapalhasse mais a mim
Então enquanto isso
Vou dedicando os meus versos a ti
Pois és a pessoa mais importante
Que ainda vive intensamente em mim
E se por acaso a poesia perfeita eu só conseguir escrever quando te esquecer
Então preferirei morrer e não mais ter que escrever.



Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 5/19/2010 08:53:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

0 comentários: