Autor: Ronaldo Nunes
•5/03/2010 07:40:00 PM


Nem é preciso ter inspiração
para escrever esse poema
basta relembrar aquele momento
em que tua voz ficava serena
momento que teu coração parava de bater
um pouco antes me disseste
que sou como você pensou que eu viria a ser
a tristeza é fardo que não quero carregar
lembranças, estas comigo vão sempre estar
melhor seria ao teu lado ficar
vontade sempre tenho em chorar
mas contigo também aprendi
a ser forte na batalha
e nunca desistir
sei que vai ser difícil sem ti
pois maior parte de mim
estará sempre em ti
mas na vida quase tudo tem um fim
e os momentos de alegria
estes terminaste aqui
pois a vaidade de um homem
te tirou de mim
vaidade sim!
pois esse achou que não viveria sem ti
este que pensando em ti
esqueceu de si
agora terá angústia eterna e dor sem fim
Só que a minha dor terá um fim
pelo sangue que ficaste em mim
digo-te que tu vive ainda mais em mim
agora e depois do fim.




Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 5/03/2010 07:40:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

0 comentários: