Autor: Ronaldo Nunes
•6/21/2010 02:12:00 PM

Acho que não sou um poeta
E se eu for prefiro não ser
Poeta quer ser compreendido
Quer sempre escrever

Eu sou diferente
Apenas digo o que sinto
Não me chateio
Em não ser ouvido

Só não quero ser também
Mal compreendido
Quero falar, mas me calo
Se isso também for preciso

Agora serei um poeta sim
Se for para minha poesia rimar
Se isso tem valia
Por que não poetizar

Me intitulo poeta
Mas não me considero poeta
É só uma forma
Que em nós melhor se adequa

Não acho que seria bom ser poeta
Me diga ai
Se ser poeta
De alguma coisa lhe presta

Pois me diga quantos poetas
São bem amados?
Só tem o valor merecido
Depois que se está enterrado.



Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 6/21/2010 02:12:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 21 de junho de 2010 14:24 , RAP LongaVida disse...

Sumemu, Loko tiu