Autor: Ronaldo Nunes
•8/25/2010 11:20:00 PM

Não sei quem é mais cruel
Se é a vida
Ou se é a morte
Viver ou morrer
Não sei qual das duas
É a verdadeira sorte

Sem norte
Literalmente desnorteado
O que hoje é vida
Amanhã pode ser
Apenas boas lembranças
De um passado

Fatos relatados
Lembranças de um ser
O sorriso que encantava
Agora quando lembrado
É simplesmente
Fonte de sofrer

Sofrer por não mais ter
Sofrer por não mais poder
Por não ter valorizado
Por não ter feito valer


O olhar não percebido
O sinal não capitado
Tudo tinha sentido
Tudo tinha um porquê

Ah... por quê?...
Morte traiçoeira
Que chega
Sem dizer
Vida tão ingrata
Que se vai
Sem perceber

Basta um instante
Um segundo
Um piscar
Se vai o sopro da vida
E agora o que me resta
É do instantes finais
Apenas recordar.



Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 8/25/2010 11:20:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

0 comentários: