Autor: Ronaldo Nunes
•9/07/2010 01:50:00 PM

O menino imaginário
Não cria o seu mundo
Não quer ser um faz de conta
Ignora a ilusão
Pois a realidade
É o que lhe encanta

Se encanta e se faz encantador
Analisando sua personalidade
Penso as vezes que
Ele mesmo sou

Será que sou?
Dele pouco conheço
Mas acredito que em mim se espelhou
Certeza não tenho
Mas o levo aonde vou

E vou...
Como quem nunca pensa em voltar
Assim é o menino imaginário
Segue a vida sem reclamar
Se ele é feito de sonhos
Por que então existir
Para se lamentar?




Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 9/07/2010 01:50:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

0 comentários: