Autor: Ronaldo Nunes
•10/24/2010 12:06:00 AM

Sempre que estou só
Tu me fazes companheira
Sempre que estou triste
Contigo queixo-me de forma derradeira
Sempre que estou feliz
A saber, tu és sempre a primeira

Sempre tu és...
A última a ser esquecida
E também a primeira a ser lembrada
Posso perder tudo que tenho
Desde que nunca me falte palavras
Palavras para expressar o que sinto
Palavras para ver que não minto
Palavras...quando a alma me fala
Rapidamente pra ti eu repito

Ah poesia!
Fazendo sempre o feio ficar bonito
Ah poesia!
Tu sabes que sem ti eu não mais vivo
Ah poesia!
Sou feliz por compreender o que sinto.




Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 10/24/2010 12:06:00 AM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 24 de outubro de 2010 18:10 , André Luis de Vasconcelos disse...

ai irmão é isso ai essa Poesia que não nos Deixa Nossa Real companheira... otima poesia @sempreandre