Autor: Ronaldo Nunes
•11/29/2010 07:51:00 PM
Tanta informação
Pra tão pouca atenção
Percebo que não se percebe
O quanto querem cegar nossa visão
O mundo anda depressa
Mais que “The Flash” em dia de missão
Vendemos uma imagem
Mas não ganhamos comissão
Somos modelos de nossa vaidade
E me diz quantos de nós desfila em Milão?

Atuamos perante amigos
Somos nós mesmo perante inimigos
Fazemos o bem
Querendo ser reconhecido
Fazemos o mau
Quando julgamos ser merecido
Assim a vida vai
Assim ela vem vindo
Trazendo e levando gente
Gente que nem veio
E já não será bem recebido
Gente que vai
E não devia ter ido
É muito complexo
Dizer o que é razão e emoção
No meu raciocínio

Já sou um adulto
Pensei ser menino
Daqueles que fazem...
Tudo sorrindo!
Já sou um poeta
Pensei ser menino
Daqueles que dizem...
Somente o que está se sentido!

Ainda sou um menino... De tanto pensar!.



@oronaldonunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/25/2010 11:15:00 PM
Perdi a conta
De quantas vezes deixei de contar
Para quem gosto
Que estava feliz
Achei um absurdo
A quantidade de palavras
Que se encontram em desuso
Por não expressar
Tudo que eu realmente senti
Sinto que falhei
Na missão de acertar nas palavras
Sinto que as tenho
Mas de boca
Elas saem quase sempre
Mal casadas
Talvez por impulso
Mais nada
Talvez por receio
Essa sim a errata
Mas se o problema é a vida
Se mata
Se exagerei no comentário
Apaga
Só não me julgue apenas
Por estas palavras.




Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/23/2010 11:00:00 PM

Eis aqui o proêmio
Não do novo milênio
Mas dos versos que tenho
Estes que para mim
São mais do que prêmio
Informações eu retenho
Para compreender o que me cerca
O conhecimento é meu aliado
Para ele mantenho
Sempre as portas abertas

Através das frestas

Vejo o futuro
E meus objetivos
Busco sem pressa

Do sistema
Eu sou a maré revessa
Pois o interessante
É só o que nos interessa
E o que não nos agrada
De nada nos presta
Leia mais essa remessa
Assim como eu li Patativa e Mário Quintana


Quintana, poeta das coisas simples
E filho de dona Miranda
Patativa
Para mim esse sim é mestre da rima
Desde os primórdios dos versos
Até o atual “Emicida”
Poeta,músico e cordelista
Representante da cultura nordestina
Ah! Patativa
Teus versos são minha alegria

E por fim eu encerro

Mas não saio de partida
O fim deste
É só o começo da tua opinião conclusiva
Deixo-te o meu abraço apertado
E esta humilde poesia.


Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/22/2010 09:12:00 PM


É muito difícil tornar as coisas fáceis
E muito fácil fazer com
Elas se tornem difíceis
Difíceis a ponto de se tornar quase impossível
As aparências enganam
E mais da metade é menos do que aparenta ser
Assim também
Menos da metade é o que realmente pensa ser
Confuso e até certo ponto oculto
Para quem obtuso pretende permanecer
Clarividente para quem
Sempre busca amadurecer
Vivemos de aparência
Mas ainda prefiro os valores humanos conhecer
A vida tem mais sentindo
Quando passas a enxergar
E deixa de simplesmente ver
Prefiro uma idéia "quente"
Do que um olhar “frio” a me perceber
Sou mais um em busca do progresso
Mas sem deixar a ordem se perder.


Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/19/2010 04:51:00 PM


O que é a poesia senão insanidade
O que é a poesia senão uma verdade
O que é a poesia senão a vaidade
O que é a poesia?

A poesia nada mais é
Do que o reflexo da alma de alguém

As vezes contente
As vezes com raiva
As vezes calorosa e receptiva
As vezes fria e calculista

Sempre diferente
Sempre poesia

Poesia que é sua
Poesia que é minha
Poesia é o espelho da alma

Onde a minha está refletida.



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/18/2010 01:16:00 PM
Tá tudo muito misturado
Os anseios e receios
O respeito e o desrespeito
O amor e o ódio dentro do peito
Tudo muito confuso
Confuso ao ponto de não se saber direito
Quem é quem
Qual é qual
O individualismo impera facilmente
Faz a frieza parecer sentimento normal
Faz o amor ser algo sobrenatural
Sentimento surreal
Impossível para muitos
E assim caminhamos “pru” final
Final dos tempos
Final da moral
Moral ética
E de respeito social
Aonde se minha opinião te contraria
Logo para ti me torno irracional
Será assim mesmo a solução
Cada qual com seu cada qual?
Será que estou errado
Em defender qualquer que seja meu ideal
Não sei se estou correto
E nem mesmo você poderá me dizer
Então por que não passamos a ser mais compreensivos
Por quê?
Por quê não se importa com o que digo
Por quê?
Será que é por eu não me enquadrar com o seu querer?
Ou por não ser
Como você achou que eu deveria ser
Por quê?
Só quero que respeite
E me aceite como eu aceito você
Sem maldade e sem rancor
Apenas mais um
Tentando da melhor forma viver.



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/17/2010 12:18:00 PM

Sentado olhando da janela

Vejo um resquício
Do que acredito ser o infinito
Vejo o azul do céu
Vejo nuvens que vão indo
Indo ou vindo...não sei bem
Mas me identifiquei
Já que me vi nessa mesma situação
Ando, ando
Voa, Voa
Nessa grande imensidão
Céu de vida
Vida minha
Vida de muita ilusão
O que parece estar mexendo
Está parado
E o parado esta no chão
Esse sou eu olhando o céu
E viajando sem razão.



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/15/2010 10:32:00 PM
Quis ser mais do que sou
Sou mais do que se esperava
Esperava não ser assim
Assim me tornei sem perceber
Percebi que nada pude fazer
Fiz como achei que deveria ser
Ser eu mesmo
Mesmo que por isto eu tenha que sofrer
Sofro mas persisto até morrer
Morro mas não deixo de viver
Vivo pois quero fazer minha vida valer.



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/13/2010 11:21:00 PM

Tu estás aqui
Aonde nem eu mesmo
Consigo chegar
Tu estás aqui
Aonde ninguém
Poderá lhe tirar
No cume de meus anseios
Bem longe de meus receios
No lugar aonde deves ficar
Assim eu bem quis
Assim tive medo que não pudesse estar
Mas assim também foi permitido
E isto não pretendo mudar
Tua presença é real
Como o que sinto por ti
Tu és mais que um prêmio
És mais da metade de mim
És começo que nunca tem fim
Sugere-me a frase que mais tem valia em latim
E comigo assim eu te digo
“Carpe diem”.



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/12/2010 12:09:00 AM

Tanto fiz para agradar alguém
Que me vi como um "ninguém"
Quantos quiseram o meu bem
E eu nem pude notar
Falei mais que devia
Quando devia calar
Pensei mais que podia
Em que sempre evitou me olhar
Mas a vida é assim mesmo
Isto serve para não mais me enganar
Tenho em mim a felicidade
E ela contigo jamais estará.



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/08/2010 12:13:00 PM

Acordei sentindo o coração bater mais forte
Acordei como quem tem medo da morte
Acordei...
E nem sei se posso chamar isso de sorte
Pois sonhava com um mundo perfeito
Sonhava...
E até mesmo sonhar
Não tenho direito

Pois o medo é cruel
Me faz acordar
Perceber que estou vivo
E o sonho não veio a se realizar
Não que eu não consiga
Mas da forma que sonhei
Acontecer, sei que não irá
Sonhei como quem nunca deixou de sonhar
Sonhei pensando acordado estar
Acordei...
E não quis acreditar
Que a insegurança de minhas noites
Persistem em me atormentar
Cada noite parece ser o fim
Parece que o dia nunca virá
Não entendo por que tem que ser assim
Medos noturnos
Aonde na verdade o descanso devia imperar.




Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/05/2010 10:31:00 PM

Não me faça ausente
A tua companhia
Não me faça presente
Teu desprezo noite e dia
Não me faça
Me refaça
Não somente aprenda
Mas me ensine
Seja você também
Roteirista deste filme
Seja como nunca pensou
Que poderia ser
Seja como sempre sonhou
Mas tinha medo de sofrer
Seja!!
Mas não deixe de ser você
Pois se perder tua identidade
De nada valerá tu viver
Pois a vida é vivida
Regada de muito querer
E se omitir o que tu quer
Ou quem tu é
Só aumentará o teu sofrer
Pois enganas somente quem te olha
Mas não engana quem te vê.


Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/03/2010 03:50:00 PM

Meu Bom Deus que o mundo criou
Me diga por que nesse país
O nordestino não tem seu devido valor
Me diga por que pensam
Que inteligência a esse povo faltou
Acho que as coisas não andam corretas
Tá faltado um “bocado” de amor
Eles dizem que aqui só tem miséria
Que para onde se olha se vê pobreza
Meu Deus façam com que
Ao menos um deles perceba
Que miseráveis são estes de espírito
E pobres de informação
Pois a sua grande metrópole construída
De um povo nordestino tem sua mão
Se não fossem eles
Talvez
nem estivesse ai aonde estão

Talvez nem tivessem nascido
Pois neste país impera a miscigenação
Meu Bom Deus não os castigue
Pois eles não sabem que errados estão
Falam demasiado
Por não aceitarem o clamor desta nação
Permanece o governo do povo
E a "elite" se vê sem opção
Desprezam e ofendem o nordestino
Pensando ser esta a solução
Mas não!
Sabemos que não é
Ao invés de nos dividirmos
Devíamos em nosso país
Creditar um pouco mais de fé
Pois os tempos são outros
E agora a missão de governar nosso país
Está nas mãos de uma mulher.






Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•11/02/2010 07:10:00 PM

De que vale um momento
Se o que quero é a eternidade
De que vale ou quanto vale
Um momento na eternidade
Será que é possível?
Ou será que é viagem?
De que vale?
Vale a eternidade de um momento!
Onde anseio viver intensamente
Mas não sei se ainda há tempo
De que vale um momento não eternizado
De que vale...
Se nunca será lembrado
Pois o eternizado há de ser um momento
E um momento pode se eternizar
Mas um sem outro nada vale
E o que vale passa a faltar
Termina o momento
E se este eternizou quem me dirá?



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem