Autor: Ronaldo Nunes
•1/20/2011 10:29:00 AM
Hoje lembrei do ontem e tive medo do amanhã,
Ocupado com isto, não pude perceber que os dois eram frutos deste exato momento.



Ronaldo Nunes


|
This entry was posted on 1/20/2011 10:29:00 AM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

2 comentários:

On 22 de janeiro de 2011 13:19 , Carmen Regina Dias disse...

Pura física quäntica evidenciada em Quem Somos Nós, por ex.
Pura enigmática cultura milenar chinesa,
Consciëncia.

O verso cai como um segredo que, de repente,
torna-se o óbvio.

"...é tudo um tabuleiro de noites de dias, os homens sáo peças e o fado, temerário, com elas
joga, move, toma e dá o mate. E uma a uma as recolhe e as vai guardar no armário." (Omar Khayyam sec XI

 
On 31 de janeiro de 2011 18:35 , RosaMaria disse...

Eu daria muitos amanhãs, por um único ontem...

Lindo pensamento.

Beijos, boa noite