Autor: Ronaldo Nunes
•3/01/2011 06:07:00 PM

Vejo tanta descrença
Nas crenças do próximo
Vejo tantas ofensas
Dizem que lidar com a fé
Virou um grande negócio

Não prego religião
Mesmo tendo a minha
Falo de Deus
Pois ele sim é a única saída

Não discrimino
Mesmo se por meus atos
Eu for recriminado
Procuro não julgar
Pois sei que também serei julgado

Acredito no bem
Pago com o bem
E tento não vacilar

Sei que nunca agradarei a todos
Mas não me custa nada tentar

A vida não é um jogo
Pois Deus não quer
Que uns percam
Só pra outros ganhar

Todo mundo tem seus direitos
Mas acontece
Que sempre tem aqueles que querem nos tomar

A vida pode ser um pouco melhor
Se todos, no meio aonde vivem
Tentassem ajudar

Sei que talvez meus pensamentos
Passem desapercebidos
Mas pelo menos me dispus
A contigo partilhar.


Ronaldo Nunes

|
This entry was posted on 3/01/2011 06:07:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

3 comentários:

On 1 de março de 2011 18:24 , Anônimo disse...

E bom expor opinião
Assim, também, aprendemos a reconhecer as diferenças.
Onde quer que ela esteja.

Quem cala consente.
Quem fala desperta mentes
Penso eu.

Crônica Mendes

 
On 1 de março de 2011 22:44 , Carmen Regina Dias disse...

"lidar com a fé
Virou um grande negócio"
(a fé ou a credulidade?)

"A vida não é um jogo"
("É tudo um tabuleiro de noites e dias,
os homens sáo peças e o fado, temerário,
com elas joga, toma e dá o mate..." Khayyam)

De modo que é complexo. É eslético, impóe-se
a congruëncia.

E salve o Poeta! Pois só a poesia permanece
e prevalece.

 
On 2 de março de 2011 10:32 , RosaMaria disse...

Bom dia :))

.. Eu acredito, sonho e sinto bastante......

Trata-se de uma fé que só a mim pertence, algo como um amuleto, como uma estrela, um sexto sentido aguçado...de criança, que agarra com força ou repeli tudo de cara, no cheiro, no vento, na intuição.....

Eu tenho muita fé nas pessoas e principalmente na vida.

Lindo post.
Parabéns

Beijão