Autor: Ronaldo Nunes
•3/03/2011 10:11:00 AM

Nos dias atuais
Acontecem coisas estranhas
Cada vez mais
Filho que mata o pai
Pais que fazem filhos demais

Depois não sabem como criar
Não tem problema...
A rua cria!

E o que em casa ele não aprende
A rua passa ensinar...
Com 12 anos eu jogava “bila
Hoje “usmuleque só querem se drogar
E as meninas? Ah!! as meninas...
A maioria só pensa em namorar

Os tempos são outros
Os povos são outros
Se fossem os mesmos
Não morreriam a esmo
E nem deixavam ficar como está

Mas o destino é o fim
A profecia há de se cumprir
Jesus logo está por vir
E não paramos de nos matar
Homens morrem por nada
E também nada justifica matar

Quem me diz o que há
E se há como melhorar
Pois eu só vejo uma saída
Então saio a relatar
A poesia é um escudo
E nessa batalha pela sobrevivência
Não hesito em gladiar.
|
This entry was posted on 3/03/2011 10:11:00 AM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

6 comentários:

On 3 de março de 2011 10:32 , Coisas de Ana Cristina disse...

"Mas o destino é o fim
A profecia há de se cumprir
Jesus logo estar por vir
E não paramos de nos matar
Homens morrem por nada
E também nada justifica matar"

Realmente o fim está próximo, Jesus vai voltar sim.. Mas enquanto esse dia não chega, precisa o homem viver se matando e matando aos poucos? Também me pergunto... Nunca entendo, não consigo! Parabéns pela poesia linda meu querido.

Bjussssssssssssss

 
On 3 de março de 2011 10:48 , Carmen Regina Dias disse...

E o que em casa ele não aprende
A rua passa ensinar...


É ... em casa ou na rua, as crianças sáo as mesmas. "o que as diferencia sáo os adultos,
que ao redor delas semeiam." Vini Martinho

 
On 3 de março de 2011 10:57 , Marcão Baixada disse...

Nossa muito boa a poesia, encarou os fatos com muito realismo. Parabéns

 
On 3 de março de 2011 11:01 , rosana disse...

Amado poeta,a resposta está no AMOR: tudo no mundo e no coração das pessoas se modifica; o AMOR paralisa a mão que agride, o AMOR pára a o machado que devasta nossas matas,só mesmo amor que o nosso Jesus pregou pode nos servir de escudo,os pais precisam do mesmo amor da leoa que defende sua cr
ia...mil beijos...

 
On 24 de março de 2011 15:07 , Anônimo disse...

O SEU PONTO DE VISTA, EU APROVO E RESPEITO POIS SEI QUE NINGUEM MELHOR QUE VC, PARA SER USADO POR DEUS, PARA TRANSMITIR TÃO TAMANHA REFLEXÃO DIVINA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!VC É O MELHOR DE DEUS MEU IRMÃO E FILHO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! PRESB ODEZITE

 
On 4 de abril de 2011 22:25 , Zinah Alexandrino disse...

Então,meu amigo Ronaldo é um artista da palavra multifacetado:poeta,cronista,contista e pensador.Escreves com liberdade de pensamento.É isso aí,amigo,"Temos de arder juntos!Se eu não ardo,se tu não ardes,se nós não ardemos,quem combaterá as trevas?"(Nazim Hikmet)Parabéns,e boas fruições literárias!

Zinah Alexandrino