Autor: Ronaldo Nunes
•10/08/2011 10:26:00 AM

Nada que ficou escrito foi tão bom
Que não se fizesse necessário
Um pouco mais escrever

Nada foi tão pouco
Que não fizesse valer

Nada resta
Quando tudo que se tem
E só a si mesmo

Pois o tudo é simplesmente: Você, você e você...




Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 10/08/2011 10:26:00 AM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 8 de outubro de 2011 11:41 , Silmara Moreira disse...

no fundo somos apenas suficiente para nós mesmos.

lindo texto Rony
adoro-te
bjos!