Autor: Ronaldo Nunes
•11/14/2011 09:32:00 AM

Ai destes que usam palavras por demais “incrementadas”
Que nos fazem recorrer ao dicionário
Santa ignorância!
Não de nós, que não compreendemos tal dialeto
Mas sim destes que por estas se acham mais esperto
Pobres infelizes...
Não vê que a poesia é o sentimento em sua essência
É descomplicar o complicado
É descrever o que te rabisca
É por em jogo o que te ganha
É se esconder de forma explicita
Palavras difíceis até chamam a atenção
Mas as mais belas são sempre as compreendidas.



Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 11/14/2011 09:32:00 AM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 17 de novembro de 2011 11:27 , Amanda Lellis disse...

PERFEITA!

Realmente, de que adianta palavras rebuscadas, se as mesmas não procedem do coração!

O melhor poeta! *_*