Autor: Ronaldo Nunes
•1/08/2012 01:42:00 AM


Sejas tu comedido
Dominador de tuas palavras
As que proferirdes não mais lhe pertencerá
És dono apenas das que cala.

Das que falastes
Não mais terá domínio
Mas se por estas fores julgado
Há de defendê-las em teu próprio favor

E para que não sejas mal interpretado
Expressa-te menos, exemplifique-se mais
Seja sucinto
Para que em nenhum momento tenhas que voltar atrás.




Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 1/08/2012 01:42:00 AM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 21 de janeiro de 2012 15:36 , Carmen Regina Dias disse...

Meu querido poeta! Saudadis de ti.