Autor: Ronaldo Nunes
•1/04/2012 11:26:00 PM



Quanto mais te conheço
Mais vou desconhecendo a mim

Tudo em
Proporção inversa
Inversões de propósitos

Sinto que em um dado momento
É verdade que cruzamos um mesmo caminho
Mas eu segui
Você também
Não juntos
Mas para lados opostos

Podia apostar que tínhamos muita coisa em comum
Engano
Confesso, não queria estar errado
Acreditei até este momento
Que deveríamos caminhar lado a lado

Culpado eu sou!
E sei bem o porquê
Eu fantasiei...
Em nós, fiz você crer

Eu pensava poder tudo
Só que na verdade,
Descobri que tudo que eu realmente podia
Era somente pensar em você.




Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 1/04/2012 11:26:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 5 de janeiro de 2012 06:33 , André Luis de Vasconcelos disse...

salve irmão suavidade e direção certa...

salve a poesia..