Autor: Ronaldo Nunes
•2/24/2012 02:08:00 AM


... Mas podia ser de sexta, ou qualquer outro dia
Que  diferença  faz,  ou faria,  pra  quem  não  sabe
                   o quanto a quinta-feira me intimida?

Enfrento-a, mas confesso, tenho medo!
Medo, mas só daquilo que não me assusta
As quintas surgem sempre boazinhas
Mas em seu término quase sempre me machuca
Acontecimentos indevidos, situações indesejadas
Pessoas envolvidas, perdas inesperadas...

Hoje é quinta!
Semana que vêm também há de ter (outra quinta)
Elas estão ai
E eu também pretendo estar
E que esse meu medo vá pro quinto... Do lugar onde não pretendo morar.




Ronaldo Nunes 
|
This entry was posted on 2/24/2012 02:08:00 AM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 24 de fevereiro de 2012 09:02 , Angelina Miranda disse...

adoro os seus finais, que na verdade são outros começos...