Autor: Ronaldo Nunes
•5/22/2012 03:10:00 PM


                                                     __

Sob a incumbência de escrever a respeito de uma obra intitulada A Crítica da Razão Pura, fui interrompido por uma linda mocinha no auge dos seus cinco aninhos. Menina ativa, sorridente, inteligente, comunicativa... Falou-me de coisas simples, das quais me trouxeram pensamentos complexos. Fiquei pensando em como é possível ser tão leve, mesmo carregando consigo tantas qualidades inatas que o tempo insiste em deturpá-las...
                Bom, isso é complexo! O quanto eu nem sei, assim como ainda não sei também o que falar sobre A Crítica da Razão Pura. Mas quer saber... Analisando de forma crítica, não há nada mais puro e cheio de razão do que as doces palavras de uma criança.

                                                                __



Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 5/22/2012 03:10:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

0 comentários: