Autor: Ronaldo Nunes
•6/30/2012 09:28:00 AM

Escreve um nóis vévi sem aspas pra você ver se os gramáticos não lhe matam.





Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•6/28/2012 02:27:00 PM

Pombos e gatos
 universitários, passeiam tranquilamente pelo bosque, arriscam alguns voos, catam migalhas pelo chão. Gatos e pombos, domesticados por alguns...  Gatos e pombos. Fazem algum movimento, barulho, incomodam... Alguns. Não falam! Não. Seguem o curso natural da vida, sem discurso, servem de exemplo... Para outros gatos, pombos, quem sabe até outra espécie também “irracional”. Gatos vadios, pombos infecciosos. Ambos pensam serem livres, ambos largados. Ambos não fazem ideia do que acontece neste campus. Olham para o bosque, vazio. Onde estarão seus mestres? Onde estará? Onde estarão... Os gatos, os pombos, que sem mestres, gatos e pombos nada mais que isso serão. Ah, seus mestres não aguentam mais estas condições. Campus vazio, um ou outro gato pingado vagando com suas sete vidas por essas ruas mortas. Pombos, pombos comendo migalhas. Migalhas? Migalhas... Que os mestres já não aceitam mais.


Texto feito no campus da Universidade Federal do Ceará, em tempos de greve.



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•6/25/2012 12:29:00 PM


Há um conforto na música capaz de fazer-me fugir da realidade e ir para um outro lugar, um outro mundo, um mundo melhor, o meu mundo. Neste momento em que, aqui escrevo, sigo no ritmo de uma chanson française, explorando o meu íntimo, desconhecendo a mim mesmo na medida em que vou refletindo... Sou vasto, sou muitos, sou tudo, sou apenas pensamentos, quereres, vontade de ser. Poderia estar por qualquer lugar, fazendo qualquer coisa, mas não na companhia de qualquer um. Sou seletivo, escolho bem quem comigo deve estar. Sou frustrado! (...) Por não ter comigo quem a vida permitiu-me desejar. Sou controverso, me enganei, confundi-lhes, confundi-me, confusões... Esclareço que sou passante, estou por aqui apenas de passagem, olhando a paisagem, fazendo alguns ajustes como aquele colecionador de quadros, que milimetricamente o coloca um pouco mais à direita. Imperceptível! Aos olhos do insensível. Invisível... Assim me sinto. E que assim se sinta também, não o permito! Não se espelhe em mim, não se encontre no que conto, não, não queira nem por um instante ser eu, nem queira que eu seja teu... Amigo, colega, conhecido, amor... Pois eu estou aqui de passagem, e a música que me inspira, também já está acabando...
... saio à francesa.  

                                                                      (Logo outra música virá! E outro poeta também.)




Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•6/23/2012 04:26:00 PM


Transeuntes
De caminhos que não levam a lugar nenhum
Vagam de um lado para o outro
Chovem no molhado.
Esperam que caia do céu, feito chuva,
Bênçãos do Sempiterno
Do soberano
Rejeitado pelos seus
Ó, poderoso Deus...
Enquanto uns trabalham, outros aí, dando trabalho.
-
Vejo homens no lixo, vivendo do lixo,
Mas lixos não são!
Homens no bem bom
Fazendo o mal.
Homens que se vendem por qualquer real
Daí eu paro e penso... Na moral,
Vovô que estava certo! O velho já dizia:

“Quem não tem valor, pode ter certeza, tem preço!”

Isso é desde o começo
Todos usam os seus meios
Já pensando nos fins
Enfim,
Vejo tudo isso desde “pequeninim”
E se for pra vaguear,
Que eu divague por aqui, “sózim”.



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•6/13/2012 03:06:00 PM

Existe um poeta em cada ser
Uma poesia em cada perceber
Existe uma conexão entre as coisas
E os homens das causas (nobre)
Existe! Pois já não mais faz sentido somente existir
A poesia não é escrita!
É transcrita
Não está nos versos
Está no notar,
Está na insatisfação de limitar-se a significações 
dos signos impostos por nosso sistema linguístico.
A poesia quer mais...
E quando digo que te quero bem,
Digo bem mais que isto.







Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•6/11/2012 05:28:00 PM

Está chegando o dia dos namorados, então lembre-se: Melhor do que dar presentes em um dia, é se fazer presente todos os dias possíveis!








Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•6/08/2012 04:14:00 PM

Não há nem haverá distância capaz de separar-me de ti. Não há nem haverá... Pois te carrego comigo! Aqui, onde ninguém poderá lhe tirar. Aqui! No lugar onde desde sempre devias estar. No meu coração, na minha mente, na minha alma, no meu querer. Não importa aonde estivermos, tu estarás comigo, e eu sempre vou estar com você!





Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•6/02/2012 11:00:00 AM



O tempo se esvai
Como grãos de areia
Que ao tentar agarrá-los
Escapam-me por entre os dedos.

O tempo que tenho, não é meu.
Não tem dono...
Domina-me e dita à ordem cronológica dos fatos.

O tempo não para,
É escasso.

"O tempo é Rei!"
E eu, pobre capacho.







Ronaldo Nunes
Links para esta postagem