Autor: Ronaldo Nunes
•7/10/2012 08:44:00 PM


                Sempre desconfiei que as pessoas boas que não mais se encontram conosco, foram todas viver nas alturas, no paraíso celeste. Sempre desconfiei, hoje estou certo disso! Pude sentir, pude perceber. Percebo e sinto o quão bom é estar por cima das nuvens. Não que eu seja “passageiro de primeira viagem”, não, mas este voo não está me levando apenas para o Rio de Janeiro. Está me levando também a um passado nostálgico, a um céu estrelado de recordações. Dizem que quando as pessoas morrem, viram estrelas, e por acreditar nisso carrego três no meu corpo. Se não posso agarra-las, que elas estejam agarradas em mim...  Dizem que no céu é lugar de gente de bom coração... Não sei! (...) Do que sei? Novamente não sei... E o que sei, ou melhor, o que vejo, são nuvens abaixo de mim, e o céu ainda acima, o céu sempre acima... Bom, devo não ter o coração bom o suficiente para estar no céu supremo. Talvez os que se foram também não estejam lá, mas sim, aqui, no mesmo lugar aonde estou, pra ser mais específico, dentro de mim, fora deste mundo. Daqui de cima eu observo tudo isso, olho pra mim um pouco mais afundo e compreendo o que preenche meu ser. Loucuras, possibilidades plainando no ar... Saí de Fortaleza, da minha fortaleza, para sobrevoar por este mundo, o meu mundo. Logo aterrisso... 




Ronaldo Nunes
|
This entry was posted on 7/10/2012 08:44:00 PM and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 10 de julho de 2012 21:00 , Anônimo disse...

Meu amor que o seu voo neste horizonte de recordações seja reafirmação da nossa relação, estou a te aguardar, como sempre estarei aqui.
Te Amo!