Autor: Ronaldo Nunes
•8/30/2012 05:34:00 PM


Ainda que eu escreva mil páginas e que tu leia apenas uma... 
Ainda que todas fossem rasgadas e tu não se importasse com nenhuma.
Não me importaria, pra mim isto não faria diferença...
Não que merecessem serem desprezadas, 
Mas é que olhando em meus olhos, 
Poderás encontrar  estas mesmas palavras na sua mais pura essência.




Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•8/27/2012 04:07:00 PM

Se eu pudesse, gritaria: AMOR!
Se eu pudesse gritaria, meu amor...
Se eu pudesse, brigaria amor
Brigaria, por esse amor
...
Cartola cantou, e me inspirou
O grito ecoou, mas tanto eu como ele, dizemos:
Não vou!
Não quero, não queremos...
Por sofrer de amor, lonjuras,
Não vou, não quero! ...
Brigar, gritar, expor aos quatro cantos o amor que sinto por ti
Se tu que me interessa, não queres me ouvir

Não,
Não grito, não brigo
Não vou, não mais...

Pois a distância entre o teu querer e permitir
Fez-me perceber que, teu homem,
Não sou.



Obrigado Cartola!



Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•8/23/2012 05:24:00 PM



... e quando me olho, te vejo
... e quando te vejo, nos imagino
... e ao nos imaginar, nos permito
... e ao nos permitir, nada mais importa.





Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•8/18/2012 03:00:00 PM

Perdoe-me Deus, se o que estou sentindo é errado, mas sou errante. Perdoa-me se o que digo é pecado, mas fruto dele, eis me aqui, humilde pecador... Deus, não era para ser uma oração, sinceramente não era essa minha intenção.  Mas...
Vivo conflitos ao me defrontar com a realidade dos dias. E ao refletir nisso, sofro. Sofro por ser diferente. Sofro, pois o amor não cabe no mundo. E quem ama, não faz parte daqui. Mas o amor, quem identifica? Quem sabe onde ele realmente está? Hoje, vendem-se paixões como se fossem amores. Hoje não é natural querer ser diferente, mas é diferente ser natural. Tudo é forçado; os olhares, os sorrisos, os apertos de mãos, os abraços... Bom, o abraço é outra história, bem mais complexa. Quem sabe outra hora eu reflita e expresse um pouco sobre o que isso representa pra mim. Voltando ao amor, ele não cabe aqui nesse mundo, não, e aqui está apenas seu brilho, seu calor, como a lua e o sol, respectivamente representados cada qual em seu momento e importância. E então, quem me tirará daqui? Quem me levará até lá, onde se encontra aquilo que pensamos encontrar em paixões pueris? Vejo fantasias, fetiches, atrações... Tudo isso existe, é real, somos carne, mas quando se ama de verdade, isso perde espaço, se transforma. E o desejo, a fantasia, o fetiche, a atração, tudo isso vira amor e não mais cabe aqui. Transformam-se em algo maior, nos transporta para outra dimensão. Talvez essa reflexão seja o ponto de partida nessa jornada até a estação dos amantes, talvez, mas lembro... Sou errante, pecador, sujo, superiormente aos animais irracionais somente para raciocinar. Mas que contraditório! Logo essa capacidade é que me faz  agir pior do que eles. É difícil, não sei mentir... Um clichê: “O mundo é construído em cima de grandes mentiras!” E estou dentro do mundo, e sou uma mentira, mentira, mentimos, mente, sutilmente mentimos, permitimos, mentir. Partir, para o lado obscuro, não negro, negar a pureza, não digo claro. Quem não entende o que escrevo não se importa com o que falo. Sou louco, e esse mundo é uma loucura, sou pouco, e esse mundo pouco se importa. As coisas são baseadas em erros e o acerto é alquimia. O amor é utopia! E eu? ... Eu sou um cara que veio pra esse mundo só com uma passagem, esperando, na esperança de que eles me encaixem na próxima viagem de volta.




Ronaldo Nunes
Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•8/06/2012 04:01:00 PM

Se importar com o próximo é perceber uma pedra no caminho e, por mais insignificante que ela possa parecer, retirá-la dali para que ninguém se machuque ao pisar ou tropeçar nela.

Detalhes que não são pequenas coisas, gestos que refletem uma personalidade. Homens que se atentam a isto, estes, homens de verdade... Hoje vi algo do tipo, e para que entenda, com calma explico; aquele que se preocupa com o próximo, devemos nos preocupar em tê-lo próximo a nós. Aquele que quer o bem de quem nem bem conhece, bem merece ser reconhecido... Homem de valia sem fim! Enfim, essa cena eu vi e não mais poderei esquecê-la. Um homem retirando uma pedra do caminho... Meu avô. 




Ronaldo Nunes
Links para esta postagem