Autor: Ronaldo Nunes
•5/31/2013 12:09:00 AM
[créditos da imagem]

Une belle chanson, moi avec ma pénsée
Aznavour falando de amor
E eu, como sempre, pensando em você.

É estranho, não sei bem o que dizer.
Je regarde la télé
I remember... Rich dad poor dad;
Le piano, as notas, suas costas...
O toque, Ah o toque...
Os lábios, Ah os lábios...
Ambos.

C’est bon!
Voici tout ce que je pense maintenant.

Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•5/21/2013 04:35:00 PM

[créditos da imagem]

Se toda beleza finda
E o sol não aquece incessante
Se toda tristeza de eterna é travestida                           
Desmascaremo-la doravante

Fugiremos da constância
Do acreditar no imutável
Tudo é transitivo
E só a inconstância é estável

Gregório que me perdoe
Mas os escritos reverberam novos poetas
E quem não aceita a inconstância dos ventos
Cuide de não deixar as janelas abertas.





Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•5/11/2013 12:57:00 PM





Todo mundo é bom até que desaprove "o contrário".







Links para esta postagem
Autor: Ronaldo Nunes
•5/01/2013 11:41:00 AM

[créditos da imagem]
-
Já fui menino que morou em casa com porta de vidro. Fui menino, daqueles que tem medo de olhar para porta e ver alguém passando, chegando, assustando... Ainda hoje sou menino, e tenho medo... Só que agora o medo é outro: o de olhar para porta, e não ver ninguém passar ou chegar. Típico medo de quem sente que está envelhecendo...


sozinho.





Links para esta postagem