Autor: Ronaldo Nunes
•11/01/2013 10:47:00 PM
[créditos da imagem]


Tu, esse texto vivo, de sentido completo, em que orações emprego, não somente para te descrever, mas também para ter... teu discurso, teu olhar, tua atenção. Tu, que és referência. Musa à qual faço alusão, parafraseio teus olhares, vezes mil irei aludir a ti, e mais, quantas vezes mais, até ver-te sorrir. Não pela graça, mas de graça, sem interesse, sem parodiar meu sentimento. Quero-te, sem plágio, com um sentimento único, fazer com que percebas que eu sem ti sou um texto incompleto.





Links para esta postagem